Caí na prova!

Dia 20 de julho deste ano eu fiz um post aqui no blog em referência ao Dia do Amigo. Além de repostar um cartum antigo, fiz um outro, abordando a amizade quadrática entre os números.

Dias mais tarde, recebo um email do Marcos Sirineu Kondageski, secretário da Olimpíada Paranaense de Matemática, a OPRM, pedindo para usar um cartum meu numa das provas da edição das olimpíadas deste ano. Fiquei muito feliz com o convite.

O link para a prova está aqui. Meu cartum aparece na última questão da prova além de uma série de curiosidades relativas ao mesmo tema. Confesso q não consegui resolver a questão e ao conversar com Marcos via email, ele me disse q os problemas são organizados por ordem crescente de dificuldade, o q me deixou um pouco mais tranquilo rs.

Quem quiser ver as outras provas, basta visitar o site das olimpíadas… e boa sorte!

logo_oprm.png

 

Anúncios
Caí na prova!

Treze

Supersticiosos de plantão, esta é a primeira das 2 únicas sextas-feiras 13 do ano de 2019. Comemoremos o dia deste número primo injustiçado desde os tempos mais remotos, mas que não tem culpa nenhuma no cartório (rs)!
E nos vemos em dezembro, quando teremos a outra sexta-feira 13 deste ano.
Ah, e detalhe: fiquem tranquilos pois em cada ano não há mais que 3 sextas-feiras com esse número. Tá bom, né?
Sextou

Treze

Zero

Embora a ideia do zero esteja presente em muitos povos antigos, sua “invenção” é atribuída aos hindus. Eles “reconheceram que o zero tinha uma existência independente, além de mero papel de marcar espaços entre os números […] Pela primeira vez o conceito abstrato do nada recebia uma representação simbólica.” (O Último Teorema de Fermat, Simon Singh, pp 73).

Rascunhei um cartum sobre o tema no caderno e finalizei-o no Procreate. Minhas ideias são melhor resolvidas no papel, não tem jeito. O Procreate grava um timelapse do q a gente faz, o q é ótimo para registrar o processo. Pena q minha conta no WP não permite postar vídeo :/

egipcio

Zero

Zero

No tempo das cavernas

Não, este não é um post sobre Matemática. Assistindo a alguns vídeos sobre História da Arte, acabei me lembrando de uma divisão aplicada ao período conhecido como Paleolítico: o Inferior e o Superior. Este último vai culminar com o Neolítico. O Paleolítico Superior coincide aproximadamente com a última glaciação, o que permitiu ao ser humano fixar-se por mais tempo num mesmo lugar e deixar sua vida nômade. Ele também começa a pintar o interior das cavernas, nascendo a chamada arte rupestre.

Entrevista para emprego

No tempo das cavernas