Fenestras

Hora de veicular umas coisas produzidas ao longo desses meses de quarentena.

Criei um perfil no Instagram para divulgar meus estudos de javascrpit/p5, chamado CodingP5 (tentei algum nome sintético em português, mas não consegui). Lá eu publico tanto meus experimentos pessoais, qto uma espécie de “tentativa de criar uma didática para iniciantes” (eu tb me considero um) com postagens visuais sobre os comandos de p5. Aqui no blog já publiquei alguns posts voltados a apresentar de forma bem iniciática os fundamentos desta biblioteca.

Uma das postagens foi uma série de janelas desenhadas utilizando apenas comandos básicos, como os usados para criar linhas e retângulos, bem como alterar espessura de traço e cores. Meu objetivo é mostrar q com pouca coisa já é possível ter resultados interessantes. Não quer dizer q seja rápido ou fácil. Para o desenho figurativo, muitos vão concordar q usar código parece reinventar a roda, uma vez q tudo deve ser criado do “zero”, linha por linha. Eu considero como um exercício de fixação de conceitos. Falar sobre aprendizado por repetição, desenvolvimento de paciência e perseverança parece um discurso bem difícil e desagradável em meio a uma atualidade tão instantânea e apressada, ansiosa e q perde o interesse rapidamente, ávida por novidades o tempo todo.

Fenestra é um termo antigo para janela. Janelas são criações q conectam o mundo exterior ao interior. O momento atual pede um cuidado com a casa interna e o mundo q nos cerca.

Fenestras