Inspire…-se

Este post é meio uma continuação de outro em que falei sobre a “origem da inspiração”. Dia desses estava dirigindo e vi uma cena que me chamou a atenção: um casal empurrava um carrinho de bebê com o filho dentro e, logo atrás, uma outra pessoa empurrava uma cadeira de rodas com um idoso, provavelmente o pai de um dos componentes do casal. Eu queria ter fotografado e embora estivesse parado no sinal, não daria tempo para sacar o celular e registrar o momento. Mas ficou na memória. É o tipo de situação que convida a reflexões das mais diversas. Resolvi transformar em desenho, mas colocando a minha interpretação. Os eventos em si funcionam como “pontos de partida”. É como em algumas aulas de modelo-vivo: você até pode querer retratar o modelo ipsis litteris, mas um dos caminhos é aproveitar o modelo como uma provocação, um start, um motivo para algo seu.

Hoje eu sou você amanhã

Tome algo ao seu redor e dê o seu toque pessoal: ficadica!

Anúncios
Inspire…-se